Costa de Souza

Caricatura | Ilustração

Cinéfilo, não! Só dei uma passadinha.

5 Comentários

“Eu não faço questão de prestigiar o cinema”, repeti. Raciocínio da mágoa da minha juventude e da conclusão da infância. Tempos em que minha mãe me prometia me levar ao teatro no final de semana, e, não havendo espetáculo em exibição na Casa da Cultura de Itajaí, queria me compensar com uma sessão de cinema.

“Eu não quero cinema, eu quero treatrinho”, eu dizia. Isso ela conta.

O tal cinema, além de depender de máquinas, nos priva de imaginação. Vem tudo mais mastigado, de maneira geral, em relação ao teatro. Junte-se a isso minha raiva por não haver tantos leitores ou apreciadores de artes visuais ao meu redor, e o incentivo do governo estadunidense para aproveitar o cinema como propagador dos ideais nacionalistas, e está pronto meu discurso pré-fabricado.

Eu gosto de cinema, sim. Mas pra ver como o homem moderno assiste à novela. Vê, se diverte e depois diz que “deu uma passadinha pela sala e viu sem querer”. Assim. Eu nem vi 15 filmes na minha vida, se bobear. Assisto só por falta de opção. Acredite!

Autor: Costa de Souza

Artista gráfico. Caricaturas e ilustrações.

5 pensamentos sobre “Cinéfilo, não! Só dei uma passadinha.

  1. eu amo ver filmes !Pra mim é uma grande emoçao,dependendo do filme ne
    te recomendo perfume de mulher ,é mtu bom

  2. Bah … as gurias são loucas por cinema, ficam o tempo todo citando o filme aqui e o filme lá … acho q o problema é toda a estrutura que se criou em volta do cinema… a indústria do cinema desenvolvida nos estados unidos realmente corrompeu muito do que havia de arte em se fazer cinema … é novelinha mesmo !existem algumas coisas no cinema alternativo que se salvam … mas vc não vai encontrar na locadora do lado da sua casa, nem na bilheteria do cinema … aliás evito o cinema de cadeiras e telão há muito tempo, não entro no shopping nem para beber chopp !

  3. Dani, quando estiveres sem opção … posso te sugerir alguns que são interessantes, principalmente para as pessoas assim mais visuais e experimentais … e com a vantagem da maioria ser em francês …

    http://www.monalisabudel.blogspot.com

  4. Esta é uma visão preconceituosa, no meu ver. Dizer que o cinema é mto mastigado foge à realidade, se prende somente ao mais usual e hollywoodiano, que eu chamaria de Cinema Pop. Não procure filosofia no Quarteto Fantástico, mas é impossivel negar a poesia por trás de obras como Vanilla Sky, Magnólia e O Labirinto do Fauna. Estes filmes não são enlatados estadunidenses, e sim poesia, filosofia, literatura e artes plásticas projetadas no telão. (ou na telinha)

  5. ops … Labirinto de Fauno … é um dos meus filmes preferidos …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s